08/01
2018

como a ergonomia funciona no dia-a-dia

Oi amigos, como passaram neste final de ano hein? Tudo em ordem?

Bom, já que estamos em 2018, vamos começar com tudo!

Hoje vim aqui para falar um pouco sobre Ergonomia! Bom, pra quem não conhece e nunca ouviu falar, sua definição no dicionário é “Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente”. Resumindo, ergonomia é fundamental para a saúde e bem estar das pessoas, sejam crianças, jovens ou adultos. Independente da idade, devemos pensar na ergonomia visando o conforto sempre.

Durante o curso de Arquitetura e Urbanismo temos um semestre com a Disciplina de Ergonomia e a partir disto começamos aplicar em nosso dia a dia! Quando comecei a me profundar neste assunto, pude perceber o quanto é importante e o não pensar em ergonomia podem prejudicando nossa saúde. 

O objetivo da ergonomia é desenvolver técnicas de adaptação de elementos do ambiente de trabalho ao ser humano, com objetivo de gerar o bem estar do trabalhador e assim aumentar sua produtividade.

Existem alguns tipos de ergonomia,e vou resumir um pouco de cada para vcs, que são:

Ergonomia de Correção: Atua de maneira restrita, modificando os elementos parciais do posto de trabalho, como: Dimensões, Iluminação, Ruído, Temperatura, etc.

Ergonomia de ConcepçãoInterfere no projeto do posto de trabalho, do instrumento, da máquina ou do sistema de produção, organização do trabalho e formação de pessoal.

 Ergonomia de Conscientização: Ensina o trabalhador a usufruir os benefícios de seu posto de trabalhoque são manter a boa postura, uso adequado de mobiliários e equipamentos, como usar uma cadeira adequadamente, por exemplo. Implantação de pausas, ginástica laboral (antes, durante e depois da atividade). Como conscientizar as pessoas da limitação de seu corpo. Como treinar as pessoas a serem mais eficientes com seu corpo, dos seus subordinados, dos seus amigos e parentes. 

Ergonomia ParticipativaEstimulada pela presença de um Comitê Interno de Ergonomia (CIE) que engloba representantes da empresa e dos funcionários, utiliza as ferramentas da ergonomia de conscientização para que haja o pleno usufruto do projeto ergonômico, seja esse implementado pela ergonomia de concepção ou de correção. Um CIE só funciona quando é simples, de baixo custo.

Agora falando um pouco da ergonomia para o nosso dia a dia, como profissional da área, devemos pensar e aplicar desde no espaço de circulação de pessoas, até mesmo na dimensão de um simples móvel, seja lá a altura da mesa, cadeira, prateleira, hackisso varia de cliente para cliente, pois cada cliente possui um biótipo, estrutura e trabalhando em cima disto  pensamos sempre no conforto e bem estar! 

Vamos ver algumas inspirações?

 

como a ergonomia funciona

Por isso é muito importante consultar um profissional para que possam avaliar e observar a necessidade de cada cliente, e tenha certeza que terá muita saúde além de prevenir doenças futuras causadas por má postura, principalmente os músculo esqueléticas como as LER/DORT e dores e lesões da coluna.

Bom espero que vocês tenham gostado desta dica, e se tiverem qualquer dúvida podem deixar nos comentários, será um prazer respondê-los.

 

 

Artigos relacionados

Organização é questão de escolha e hábito! Como criar o hábito de organizar a casa

8 de fevereiro de 2018

Hoje eu vim trazer um papo um pouco mais sério: organização é uma questão de escolha e hábito. Criar um novo hábito, principalmente o hábito de organizar a casa, na realidade, também é questão de escolha. Vamos confessar que não adianta comprar dezenas de organizadores se a gente não tem o hábito de guardar as […]

Continue Lendo

Quadros compostos e espelhos decorativos são os queridinhos do momento!

5 de fevereiro de 2018

DECORE A SUA CASA, LOJA OU ESCRITÓRIO COM ESTILO E GASTANDO POUCO Nunca foi tão fácil e acessível trazer mais estilo para a sua casa. Diversas opções de decoração valorizam os ambientes e permitem transformarmos salas, quartos, cozinhas, varandas e escritórios em locais muito mais agradáveis e alinhados com o nosso estilo. Os quadros compostos […]

Continue Lendo