09/02
2015

Momento mãe- Maternidade X culpa

PENSAMENTOS/ REFLEXÕES

É possível viver sem?

Eu não sei vocês, mas a grande maioria das mães que eu converso sente ou já sentiu culpa. Culpa por trabalhar demais, culpa por dar atenção de mais, de menos, culpa se a criança não come, culpa se a criança se machuca, culpa quando castiga, culpa quando não castiga e por aí vai…

grávida1

São inúmeras as “causas” e “causos” da culpa, coisas geralmente  muito particulares do mundo feminino. Vai entender, né? Rs!

Engraçado, raramente vejo um homem (um pai ) se sentindo culpado. Não estou dizendo que a ala masculina não sente culpa ou não tem consciência,não me interpretem mal, por favor! Só acho mesmo que eles se culpam menos, concorda?

A culpa não educa, não dá carinho e muito menos sossego. É um mal nada necessário, que não agrega valor algum, só nos faz perder bons e belos momentos de prazer. Na teoria tudo é tão simples, aiaiiaaia…

Eu me considero uma mãe presente e dedicada, mas nada perfeita, pronto, falei. #euconfesso #sóparavoces

Se eu trabalho demais, me sinto culpada. Se trabalho de menos, também me sinto culpada. Se o Rafael não come, me sinto culpada. Será que deveria ter feito outra coisa? Insistido mais? Se ele se machuca, logo penso “putz, eu devia estar ali, aff!”

Ô sensação chata essa, viu?

 

euerafa

Pensando e refletindo sobre o assunto, acabei me dando conta de que a culpa está muito relacionada a insegurança e ao medo. Quando temos certeza de que estamos fazendo o melhor que podemos e sabemos, a culpa vai perdendo a cor, vai desbotando, até que um belo dia, desaparece por completo, ufa!

É mais ou menos isso que tem acontecido  comigo.

Me dei conta de que eu não sou a mulher maravilha (rs!), não posso estar em vários lugares ao mesmo tempo, nem  estou livre de erros, pois tudo isso faz parte do processo de aprendizagem. Também NÃO sou perfeita, afinal quem é??? Como diz a frase que li há pouco tempo= “Eu era uma mãe perfeita até me tornar uma mãe de verdade.” Uma frase que resume tudinho, nénão? Rs!

A partir do momento que deixarmos de lado tantas cobranças e soubermos lidar com as nossas imperfeições, com os nossos medos, vamos sair da culpa rumo ao prazer, experimentando muitas mais +++ as delícias que as dores da maternidade.

Sigo tentando, e você?

Pensamento do dia, já que uma imagem vale mais que 1000 palavras:

culpa

Gostou do assunto? Então LEIA este texto aqui, eu adorei e recomendo!

Beijo, beijo, beijo

******************************************************************************************************************************************

Aproveite e acompanhe outras ideias/ dicas de decoração/ pensamentos e muito + também pelo INSTAGRAM: @isakastrup

Insta certo

Artigos relacionados

Era só pedir

27 de maio de 2017

  ERA SÓ PEDIR, ENTENDEU? PRECISAMOS MESMO DESENHAR? Agora, mais do que nunca, a bela e realista história em quadrinhos de uma sábia cartunista francesa, a Emma. ⇒ Ela faz todo sentido para mim e para várias outras mulheres com quem me relaciono. Talvez você se identifique, talvez não, vai saber (rs!), então  ↓ ↓ ↓ Espia só… […]

Continue Lendo

Mini home office: a joker box da blogueira + muitas novidades

5 de novembro de 2016

HOME OFFICE / PEQUENOS ESPAÇOS / JOKER BOX / PESSOAL   Sobre a Joker Box → Um compacto espaço de trabalho+ várias mudanças de casa, vida, pensamentos e até aparência. Mudar é bom, pode ser ótimo e até maravilhoso. Quem me acompanha? 1. ÍNTIMO E PESSOAL Como eu já citei aqui no bloguito e também nas […]

Continue Lendo